Depoimento de um Ex-Gago

Caro Simon, Fui seu aluno há 20 anos. Eu era gago, você me curou em 6 meses e até hoje estou muito bem. Gostaria de agradecer o que fez por mim. Foi decisivo na minha vida não mais gaguejar, ter boa dicção e oratória. Sou engenheiro mecânico e no meu trabalho tenho que dar cursos para salas com mais de 20 técnicos, e isso hoje em dia faço sem problemas. Hoje faço viagens internacionais, falo inglês fluente. Antes da sua orientação não conseguia desenvolver no curso de inglês. Só agora consegui entrar em contato com você através do e-mail que você forneceu no programa do Jô Soares. Achei uma falta de sensibilidade do Jô te dar tão pouco tempo para falar sobre um problema tão sério quanto a fala. Para mim é um problema muito sério. Só quem é ou era gago, sabe dos problemas e a inferioridade desde problema. Eu era humilhado, gozado, não conseguia pedir uma coca e pão de queijo na lanchonete da faculdade, então para facilitar pedia uma fanta e um salgado, porque para mim saia mais fáceis as palavras com F e S. Para namorar era um grande problema. No trabalho era um stress constante falar no telefone. Depois do seu treinamento, a minha vida mudou completamente. Sou casado com uma mulher maravilhosa, tenho 2 filhos e a minha fala está ÓTIMA. Simon, muito obrigado. Belo Horizonte, William Guimarães Nogueira. Tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. Unidades e Contatos: WhatsApp (21) 97273-2041 Rio de Janeiro – RJ: Copacabana e Barra (21) 2236-5223 São Paulo – SP: Jardins (11) 4063-6460  / 4063-4735 Brasília – DF: SHS (61) 4063-6352  / 4063-6392 Email: simon@boasfalas.com.br Fique atualizado, inscreva-se:                                                Para informações, nos envie uma mensagem de contato. Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..

Read More »

Querido Simon

  Sou aluna do curso de Campinas. Eu era inibida e gaguejava frente aos meus superiores e pais de alunos. Isso me deixava deprimida, me achando fraca, feia, incompetente e menosprezada. Hoje, posso dizer que estou curada! Graças ao profissionalismo e incentivos de vocês. Na primeira aula achei que nada iria adiantar, mas após a quinta aula percebi o quanto eu tinha melhorado, até meus colegas de trabalho e familiares perceberam e elogiaram a minha melhora. Faz dez meses que freqüento o curso e não vou parar de freqüentar, porque gosto muito do ambiente descontraído, onde podemos aprender e discutir sobre diferentes assuntos. Temos a oportunidade de ensaiar palestras, auxiliar os novos colegas que ainda necessitam de estímulos para vencer a gagueira, a timidez e outros. Até a próxima aula! Abraços, Kris Costa Tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. Unidades e Contatos: WhatsApp (21) 97273-2041 Rio de Janeiro – RJ: Copacabana e Barra (21) 2236-5223 São Paulo – SP: Jardins (11) 4063-6460  / 4063-4735 Brasília – DF: SHS (61) 4063-6352  / 4063-6392 Email: simon@boasfalas.com.br Fique atualizado, inscreva-se:                                                Para informações, nos envie uma mensagem de contato. Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..

Read More »

Simon Wajntraub & Luciano Bruno

O Fonoaudiólogo Simon Wajntraub, não perde um show do cantor italiano Luciano Bruno,Simon e a sua Esposa Angela descendente de italianos, adoram as musicas internacionais que Luciano canta, sendo a maioria das musicas do seu repertório, italianas, Champangne, Roberta, Dio como ti amo , etc.. A ligação de Simon com Luciano é tanta que ele chega a parar de cantar quando avista Simon na platéia e comenta em voz alta” Simon Wajntraub o maior Fonoaudiólogo do Mundo”, na gravação em DVD do show de Luciano Bruno pela Som Livre , Simon Wajntraub e a sua Esposa Angela aparecem direto na Platéia neste vídeo. Um dia Luciano Bruno foi almoçar coma sua familia na casa de Simon e Angela e os sete filhos do casal,veja a foto no link timidez, ele ficou impressionado com o tamanho da mesa de 7 metros, pois é muito comum comerem em média 30 pessoas, esposas , namorados, sogras, irmãos destas pessoas, além da família Wajntraub, aos domingos e festas familiares. No cardapio o itém mais elogiado por Luciano, foi o molho de tomate da macarronada que simon criou com 10 itens, sendo os mais importantes, nós moscada, manjericão , orégano, etc. Se vocês estiverem interessados nos shows ou CDs de Luciano bruno é só consultar o seu site. Tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. Unidades e Contatos: WhatsApp (21) 97273-2041 Rio de Janeiro – RJ: Copacabana e Barra (21) 2236-5223 São Paulo – SP: Jardins (11) 4063-6460  / 4063-4735 Brasília – DF: SHS (61) 4063-6352  / 4063-6392 Email: simon@boasfalas.com.br Fique atualizado, inscreva-se:                                                Para informações, nos envie uma mensagem de contato. Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..

Read More »

Paciente afásico recupera a fala com a metodologia de Simon Wajntraub

MAIS UMA VEZ PACIENTE AFÁSICO É CONDENADO A UMA VIDA VEGETATIVA. MAS MÉDICOS E PROFISSIONAIS DO RAMO NÃO SÃO DEUSES. Depoimento do filho de um paciente afásico que em três semanas está recuperando a fala através do meu método. Meu pai, professor titular de uma renomada universidade pública brasileira, ex-diretor de faculdade e atual chefe de departamento, no início de um mandato de 2 anos, ou seja, mandato até 2016, foi acometido por um AVC. Os problemas já começaram nas primeiras horas quando nosso plano e o único hospital ao qual ele nos dá direito se recusaram a mandar socorro fazendo com que minha família se visse obrig ada a contratar uma ambulância particular para que ele não morresse. Ao chegar no hospital nos disseram que o caso era muito grave e nos questionaram do porque que não o levamos antes, pois já havia passado a janela terapêutica para a trombólise. Retrucamos que o hospital se recusou prontamente a mandar o socorro. Diante dessa resposta os médicos simplesmente desconversavam e só falavam que “o caso é grave”, afirmação genérica que diz muito, mas não explica absolutamente nada. Quando conseguiu uma vaga para a UTI foi dito novamente que o caso era grave, que ele cairia mais nas próximas horas e que seria necessário intubá-lo. Disseram que nem precisaríamos ir para casa, que poderíamos já ir ficando por lá mesmo. Para bom entendedor, o recado estava claríssimo: ele não sobreviveria. Pois bem, a despeito do que os profetas do caos afirmaram, não foi necessário intubá-lo e ele não morreu. Contudo, daí começaram as previsões mais pessimistas e catastróficas imagináveis: nos foi dito que ele dificilmente falaria de novo e que não haveria como recuperá-lo da hemiplegia, pois o caso era “muito grave”. Após operar a cabeça, ele foi sedado por vários dias, e daí sim intubado. Já nesses dias ele já fava alguns sinais de movimento do lado dito paralisado. Quando acordou, estava com afasia. Muitos técnicos de enfermagem, que talvez não tenham um grau de escolaridade muito elevado confundiam a afasia com confusão mental. Minha família que nunca tinha presenciado um caso assim ficou desesperada. Ao questionar uma das médicas sobre as palavras soltas que ele dizia e que não faziam sentido nenhum, ela respondeu em tom de superioridade dizendo que foi um derrame muito extenso e que não podíamos esperar que ele voltasse a ser o que era, pois já era um milagre ele ter sobrevivido. Pois bem: quando começou a fazer sessões de fonoaudiologia para tirar a sonda de alimentação verificaram que a deglutição dele estava totalmente preservada. Assim, logo começaram a trabalhar com a linguagem. Não chegou no caso dele a ocorrer situações estereotipadas como língua de sogra, rolha e chupeta, mas as profissionais visivelmente o tratavam como criança. Muitos técnicos de enfermagem quando iam fazer qualquer procedimento com ele, comentavam entre si: “tadinho, ele é confuso, né?” Mas estava somente afásico, compreendendo absolutamente tudo o que ocorria ao seu redor. Meu pai conhece diversos idiomas. O conhecimento de todos eles estava preservado. Conhece muitos mapas. Comecei a levar para ele mapas no hospital e ele mantinha ABSOLUTAMENTE PRESERVADO todo o conhecimento geográfico dele. Fiz vários testes perguntando fatos históricos e ele respondia perfeitamente bem. Ou seja, confuso eram os profissionais que faziam afirmações exdruxulas sobre o caso. Quanto à fisioterapia, nos dois meses de hospital ele fez sessões diárias, que não davam muito retorno. No entanto, depois que voltou para casa, em apenas 4 sessões o fisioterapeuta recuperou a totalidade dos movimentos da perna direita dele e se livrou de uma vez por todas de usar fraldas geriátricas. Diversos foram os profissionais de fonoaudiologia que o avaliaram em casa antes de chegarmos ao Professor Simon Wajntraub. Contudo, nenhum deles trabalhava de fato para reabilitá-lo. Destacavam a profundidade da lesão, e afirmavam que dificilmente ele voltaria a exercer alguma atividade profissional. Outra profissional disse em tom irônico: “tenho minhas dúvidas”. Pois bem, quem inicia um tratamento partindo de um pressuposto derrotista jamais buscará a vitória, jamais trabalhará para recuperar de fato qualquer coisa que seja. Se um time entra em campo já pensando que o adversário é forte e que não tem chance, perde de goleada. Isso é líquido e certo. Ao iniciarmos o tratamento com o Fonoaudiólogo Simon, as melhoras foram surpreendentes. Claro que ainda há um longo caminho para percorrer, estamos no início do tratamento e ele ainda encontra-se afásico. Contudo, já nos primeiros atendimentos, a voz do meu pai já ficou muito próxima do que ela era antes do AVC. Mais do que isso, ele tem cantado músicas em vários idiomas que ele conhece sem olhar a letra, só lembrando de cabeça. A participação nas aulas de oratória do Prof. Simon Wajntraub tem sido muito proveitosa. Nessas aulas e nos atendimentos individuais ele é tratado como adulto e fala de assuntos do interesse dele. O Fonoaudiólogo Simon, num dos atendimentos presenciais em minha casa fez um exercício excelente: colocou um fone com música alta no ouvido de meu pai para que ao falar ele tivesse que aumentar o tom da voz. Junto com isso, deu um livro em inglês e pediu para que ele lesse em voz alta. Leu perfeitamente. Depois, aumentou o volume e pediu para que lesse em voz alta, traduzindo para o português. A tradução saiu perfeita. Tudo indica, que ele tem chances reais de se recuperar à medida que avance no tratamento. Para a desgraça das previsões pessimistas dos profetas do caos. Novidades no caso de Francis Albert. No início do mês de novembro de 2013 meu pai iniciou o tratamento para afasia com o Fonoaudiólogo Simon Wajntraub. Não vou relatar aqui toda a história anterior ao início do tratamento, pois ela está toda relatada em outra postagem no site do Prof. Simon. Para fins do presente relato, basta lembrar que o AVC que o fez perder a fala foi em julho de 2013 e que diversos profissionais o condenaram a uma vida de dependência. Quatro meses após o AVC,

Read More »
Victor, fonoaudiólogo e psicopedagogo, declara sua admiração por Simon Wajntraub e o seu método de fonoaudiologia e oratória.

Depoimento de Mais um Fonoaudiólogo Admirador da Metodologia Simon Wajntraub

  Ficamos surpreendidos, mais uma vez, quando Victor, mandou um e-mail parabenizando o nosso método revolucionário de cura dos problemas da fala. Se você também é um fonoaudiólogo admirador desta metodologia, fale com a gente!   Assim como Victor, este fonoaudiólogo admirador da metodologia de Boas Falas do Simon Wajntrab, se você também é mais um destes profissionais da voz e fala que nos admira, entre em contato e mande o seu depoimento.   Boa tarde Dr. Simon, Tudo bem? Espero que sim?! Não é o primeiro contato que realizo, e o senhor sempre me tratou muito bem, dando bastante incentivo na minha formação. A minha história é essa: Quando entrei no curso de fonoaudiologia, olhei muitos videos dos seus tratamento e fiquei encantado. Porém comentei com algumas professoras sobre você e elas falavam que você era uma farsa. Mas hoje sou formado em fonoaudiologia e minha admiração pelo seu trabalho só aumentou. Parabéns, precisamos de Fonoaudiólogos mais ousados como o senhor. É um dos poucos Fonoaudiólogos que respeito e admiro.     Para informações, nos envie uma mensagem de contato. Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..  

Read More »