Afasia de Broca e mais casos de recuperação da fala

Afasia de Broca e Mais Casos de Recuperação da Fala Simon Wajntraub

Frequentemente recebemos chamados em hospitais para analisar casos de pacientes com perda da fala. Em muitos, discordamos do diagnóstico de Afasia de Broca.

afasia-de-broca

Outros casos de afasia e afasia e afasia de broca do fonoaudiólogo e professor de oratória Simon Wajntraub.

Recentemente recebi um chamado para atender um paciente que estava internado num hospital de São Paulo com um afásia severa , pois o mesmo apresentou um AVC hemorrágico causando sérios danos neurológicos, principalmente na área da fala e na parte motora. A equipe médica e os profissionais já vão pintando um quadro muito negativo para os familiares, vai ficar totalmente invalido, não irá falar e nem andar, terá uma vida vegetativa.

A recuperação da fala é possível, utilizando as ferramentas e estímulos corretos.

Montei o meu equipamento audiovisual no quarto que ele estava internado, todos ficaram perplexos com a tecnologia que eu utilizava.
No primeiro momento quando eu estava filmando a avaliação perguntei qual a marca da minha câmera, ele respondeu, e todos os familiares que estavam assistindo o atendimento se assustaram, e ficaram numa felicidade enorme, porque caiu por terra aqueles diagnósticos negativos.
No inicio da minha pesquisa em 1968, sempre briguei muito com os neurocirurgiões porque eles insistiam que lesão cerebral em determinada área jamais teria recuperação, mas como sou cientista insistente, na maioria dos casos as pessoas voltavam a falar através de outras áreas no cérebro. Quando eu afirmava isso para os médicos eles não concordavam, e chegavam a apostar que determinados casos de afasia o paciente nem falaria as vogais. Em curto espaço de tempo eu recuperava a fala da pessoa, a desculpa dos médicos é que eu acionava várias áreas do cérebro através do meu método, utilizando recursos audiovisuais, realizando gravações especiais contando detalhadamente o dia a dia do paciente antes do TRAUMA, exigindo que ele repita constantemente frases e palavras do relato da sua vida na gravação e é inserido um fundo musical de preferência do paciente, estimulando o subconsciente para enviar a mensagem para o consciente, fazendo uma substituição de área cerebral. recentemente os neurocientistas, neurologistas e os neurocirurgiões constataram que eu estava no caminho certo, o cérebro é “plástico”, e com um treinamento intensivo é possível mudar de um área lesionada para uma área não lesionada.

Um caso do sucesso.

No link afásia ( perda da fala), apresento o vídeo da Médica Helda, que teve um aneurisma cerebral muito intenso, e ficou praticamente sem fala. Recuperei a sua comunicação oral,  nesse caso, utilizei a área musical, devido a sua facilidade para o canto, no vídeo da evolução aparece uma imagem antes do aneurisma, onde ela estava cantando, esta imagem me facilitou bastante para localizar o tom correto da sua voz. Este é um grande problema que encontro na recuperação dos afásicos, a família raramente tem a gravação da voz dos mesmos, só imagens em festas.
Eu sempre recomendo para as pessoas que tem pressão alta, diabetes, obesidade, profissões de risco, deixem a imagem e a voz gravada, conversando, cantando e lendo um texto, para no futuro, caso apresentem um problema neurológico com sequelas na área da fala, facilitarão bastante na recuperação da perda da fala.

Assista a evolução da paciente Helda na recuperação de sua fala.

Estímulos fundamentais.

O filho do meu paciente poliglota está comentando é que eu estimulo o seu pai com canções dos idiomas que ele domina, tudo através do youtube, onde além da musica aparece as letras no rodapé da imagem, e também incentivo ele ler os textos e traduzi-los imediatamente, isso tudo com uma filmagem constante para ele assistir o seu progresso na terapia. Outro item fundamental e a sua socialização, mantendo ele ativo através das aulas de oratória online na videoconferência com imagem e som, projeto a imagem do paciente para o palco e a voz para a caixa de som do auditório do Rio de Janeiro,  enquanto está falando com a minha platéia e contracenando com o participante que está no palco, assiste esta imagem na tela do seu computador ou do laptop.

Nada de infantilização da terapia com figurinhas, pirulitos, línguas de sogra, rolhas, conversinhas bobinhas, deixando a paciente deprimido e até desinteressado.

Assista a grande evolução do paciente Francis Albert em seu tratamento.

Para finalizar vou contar a história de uma adolescente que teve um problema neurológico muito forte e fez uma cirurgia as pressas, parece que foi uma bactéria que atacou o cérebro. O neurocirurgião quando terminou cirurgia falou para os familiares que seria muito difícil ela sobreviver e se este fato ocorresse ela teria uma vida vegetativa.

Como os familiares nem deram bola para as suas palavras e através de orações e muitas correntes de amigos e familiares pedindo a DEUS que ela se recuperasse, ela saiu de um coma após a cirurgia, ficou com muito pouca sequela na fala e na parte motora, esta jovem estava estudando na universidade, um dia ela foi fazer um exame no hospital e encontrou o médico que operou o seu cérebro no estacionamento e que deu aquele diagnóstico de derrota total, ele olhou para ela com olhos cheio de lágrimas, praticamente chorando e disse:
– AS VEZES NÓS MÉDICOS ACHAMOS QUE TEMOS O PODER DE DEUS E SIMPLESMENTE SOMOS HUMANOS…

Clique no botão abaixo e veja alguns casos de cura da Afasia pelo método do Fonoaudiólogo Simon Wajntraub.

Cursos e tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior

Unidades e Contatos:

WhatsApp (21) 97273-2041

Rio de Janeiro – RJ:

Copacabana e Barra

(21) 2236-5223

São Paulo – SP: Jardins

(11) 4063-6460 / 4063-4735

Brasília – DF: SHN

(61) 4063-6352 / 4063-6392

E-mail: simon@boasfalas.com.br

Para informações, nos envie uma mensagem de contato.
Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..

Nome*

E-mail*

( DDD ) + Telefone*

Cidade*

UF*

Assunto

Descreva as suas dificuldades

Clique em enviar e aguarde o nosso contato