Media Training para Políticos

É muito comum as pessoas com vocação política ao iniciarem a carreira nesta esfera, apresentarem uma dificuldade enorme na comunicação oral e não darem a mínima para este fato. Alguns apresentam voz fina, voz rouca, fala acelerada, fala lenta, troca de letras, vícios de fala  (como o famoso “pobrema”), e até gagueira. O curso de oratória para políticos com media treining, prepara você em todas as dimensões para se tornar um grande orador. No que concerne à oratória, podemos encontrar os tímidos constantes, inibidos temporários, prolixos, objetivos em excesso, descontrolados (só vivem exaltados) e os passivos (não conseguem reagir sob pressão). >O início do Curso de Oratória com Media Treining para Políticos Com a palavra o Fonoaudiólogo e Professor de Oratória Simon Wajntraub: Quando iniciei a minha pesquisa em 1968, no campo da fonoaudiologia e oratória, eu tinha 18 anos de idade, mas atuava fortemente na locução, principalmente gravando comerciais, chamadas para rádio e campanhas políticas. Considero que uma das campanhas mais marcantes em minha carreira, foi a do candidato a governador do Rio de Janeiro Flexa Ribeiro (sucessor do fantástico Carlos Lacerda). Eu trabalhava na locução do diretório da Tijuca, os alto-falantes ficavam expostos na janela da casa, e eu tinha que repetir várias vezes: “Vote em Flexa Ribeiro para Governador”!!! Fui convidado para assistir a um discurso desse candidato e achei que o governador Carlos Lacerda escolheu muito mal o seu sucessor. Flexa Ribeiro era um homem culto, mas pecava na sua comunicação oral. Ele era sem energia, não vibrava, a fala era lenta e até um pouco travada. O concorrente, por outro lado, era super bem preparado. Devido a essa preparação, simpatia e boa comunicação oral, o senhor Negrão de Lima acabou ganhando a eleição. Na parte de media treining, tenho uma vasta experiencia no assunto. Participei de inúmeras entrevistas na mídia em geral e preparei todos os políticos citados nesse artigo. No link vídeos do site você poderá navegar através das entrevistas que concedi, e visualizar algumas que os meus pacientes ou alunos, após tratamento e treinamento participaram. >Os políticos que realizaram o tratamento e o curso No meu currículo de oratória política, existem vários nomes de expressão que passaram no meu curso ou foram tratados. É uma pena que vários políticos que frequentam o meu curso ou tratamento exijam muito sigilo. O problema é que nenhum político gosta de concorrer com adversários preparados. Abaixo citarei alguns políticos que me autorizam a comentar. >O aluno e paciente Arthur Virgílio O polêmico ex Senador e agora Prefeito de Manaus Arthur Virgílio, que marcou o seu embate para eliminar a famigerada CPMF. Ele é um ótimo provocador nas CPI’s, principalmente quando se juntava com o Senador Pedro Simon (RS). Qual era a dificuldade na comunicação do Arthur Virgílio? No final da década de 70, ele recorreu ao meu sistema de trabalho com o objetivo de ficar mais desinibido, entender como se colocar perante a imprensa, destravar a sua oratória e melhorar a voz. >O tratamento do Senador Edson Lobão Outro político conhecido é o Senador Edson Lobão. Na sua última campanha política no Maranhão, após realizar uma cirurgia na laringe, estava completamente afônico e ficou sem potência na voz. Me desloquei ao Maranhão para tratar do senador. >O aluno Arolde de Oliveira Um político bem atuante, é o Deputado Federal do Rio de Janeiro Arolde de Oliveira. Ele frequentou o meu curso de oratória com o objetivo de ficar mais seguro nas suas apresentações em público e entrevistas. >O aluno Índio da Costa No Rio de Janeiro, um jovem, Índio da Costa, fazia parte da equipe do ex prefeito Cesar Maia. Ele era o prefeitinho de Copacabana e resolveu candidatar-se a vereador. Na primeira aula do curso de oratória, apanhou tanto da plateia (que é treinada para forçar a argumentar sob pressão) que no dia seguinte comentou que teve uma insônia de tanto estresse (a maior pressão é que a cidade estava toda em obras com o projeto “Rio Cidade”, e todos eram contra, só ele estava defendendo esta ideia do prefeito). Confesso que sou o culpado pelo tom provocativo e pela excelente colocação da voz do deputado federal pelo Rio de Janeiro Índio da Costa. Quando Índio da Costa iniciou a sua carreira politica na década de 1990, ele apresentava a voz fraca, fina, não sabia como se dirigir a imprensa e tinha uma inibição acentuada. Hoje, ele sempre comenta que depois que frequentou as minhas aulas de impostação da voz, realizou media treining e participou do curso de oratória com argumentação sob pressão (porradaterapia), não tem mais barreira na sua comunicação oral. Para vocês terem noção do que se passa no decorrer de uma aula de oratória e argumentação sob pressão, assistam um bate boca no youtube, buscando pelo meu nome. O título é “Aula de oratória e argumentação sob pressão, você aguenta isso?”. No link vídeos tem mais vídeos de casos de pacientes e programas de TV que participei. >Outros casos Luiz Carolos Renault, aluno e diretor de uma multinacional, convidou-me para o casamento da sua filha. Ficou encantado com a minha presença e passou a me apresentar a vários amigos da esfera política, empresarial e seus familiares. Ele ficou perplexo como todos já me conheciam há muito tempo. Um dos ilustres amigos de juventude é o Dr. Marco Aurélio Mello, do STF.  Espantosamente o Dr. Marco Aurélio Mello intercedeu a conversa e comentou: “Até hoje treino com o seu material de dicção, impostação e oratória.” Vou lembrar uma ocasião; O impeachment do Collor. Nessa ocasião, fui convidado a fazer a locução defendendo o Collor. Esta gravação foi enviada para várias rádios do País, eu até fiquei meio chocado porque na gravação constava nomes de políticos renomados. Na época, um defensor ferrenho do Collor era o Deputado Roberto Jefferson. Ele me ligou, e elogiou muito o meu trabalho na locução. Quando atuou na CPI do Mensalão, a sua oratória serviu de exemplo para os alunos. Eles procuravam o meu curso e davam como exemplo a maneira que o Roberto Jefferson projetava a sua

Read More »
oratória para político

Curso de Oratória Para Políticos Com Media Treining do Método Simon Wajntraub

É muito comum as pessoas com vocação política ao iniciarem a carreira nesta esfera, apresentarem uma dificuldade enorme na comunicação oral e não darem a mínima para este fato. Alguns apresentam voz fina, voz rouca, fala acelerada, fala lenta, troca de letras, vícios de fala  (como o famoso “pobrema”), e até gagueira. O curso de oratória para políticos com media treining, prepara você em todas as dimensões para se tornar um grande orador. No que concerne à oratória, podemos encontrar os tímidos constantes, inibidos temporários, prolixos, objetivos em excesso, descontrolados (só vivem exaltados) e os passivos (não conseguem reagir sob pressão). >O início do Curso de Oratória com Media Treining para Políticos Com a palavra o Fonoaudiólogo e Professor de Oratória Simon Wajntraub: Quando iniciei a minha pesquisa em 1968, no campo da fonoaudiologia e oratória, eu tinha 18 anos de idade, mas atuava fortemente na locução, principalmente gravando comerciais, chamadas para rádio e campanhas políticas. Considero que uma das campanhas mais marcantes em minha carreira, foi a do candidato a governador do Rio de Janeiro Flexa Ribeiro (sucessor do fantástico Carlos Lacerda). Eu trabalhava na locução do diretório da Tijuca, os alto-falantes ficavam expostos na janela da casa, e eu tinha que repetir várias vezes: “Vote em Flexa Ribeiro para Governador”!!! Fui convidado para assistir a um discurso desse candidato e achei que o governador Carlos Lacerda escolheu muito mal o seu sucessor. Flexa Ribeiro era um homem culto, mas pecava na sua comunicação oral. Ele era sem energia, não vibrava, a fala era lenta e até um pouco travada. O concorrente, por outro lado, era super bem preparado. Devido a essa preparação, simpatia e boa comunicação oral, o senhor Negrão de Lima acabou ganhando a eleição. Na parte de media treining, tenho uma vasta experiencia no assunto. Participei de inúmeras entrevistas na mídia em geral e preparei todos os políticos citados nesse artigo. No link vídeos do site você poderá navegar através das entrevistas que concedi, e visualizar algumas que os meus pacientes ou alunos, após tratamento e treinamento participaram. >Os políticos que realizaram o tratamento e o curso No meu currículo de oratória política, existem vários nomes de expressão que passaram no meu curso ou foram tratados. É uma pena que vários políticos que frequentam o meu curso ou tratamento exijam muito sigilo. O problema é que nenhum político gosta de concorrer com adversários preparados. Abaixo citarei alguns políticos que me autorizam a comentar. >O aluno e paciente Arthur Virgílio O polêmico ex Senador e agora Prefeito de Manaus Arthur Virgílio, que marcou o seu embate para eliminar a famigerada CPMF. Ele é um ótimo provocador nas CPI’s, principalmente quando se juntava com o Senador Pedro Simon (RS). Qual era a dificuldade na comunicação do Arthur Virgílio? No final da década de 70, ele recorreu ao meu sistema de trabalho com o objetivo de ficar mais desinibido, entender como se colocar perante a imprensa, destravar a sua oratória e melhorar a voz. >O tratamento do Senador Edson Lobão Outro político conhecido é o Senador Edson Lobão. Na sua última campanha política no Maranhão, após realizar uma cirurgia na laringe, estava completamente afônico e ficou sem potência na voz. Me desloquei ao Maranhão para tratar do senador. >O aluno Arolde de Oliveira Um político bem atuante, é o Deputado Federal do Rio de Janeiro Arolde de Oliveira. Ele frequentou o meu curso de oratória com o objetivo de ficar mais seguro nas suas apresentações em público e entrevistas. >O aluno Índio da Costa No Rio de Janeiro, um jovem, Índio da Costa, fazia parte da equipe do ex prefeito Cesar Maia. Ele era o prefeitinho de Copacabana e resolveu candidatar-se a vereador. Na primeira aula do curso de oratória, apanhou tanto da plateia (que é treinada para forçar a argumentar sob pressão) que no dia seguinte comentou que teve uma insônia de tanto estresse (a maior pressão é que a cidade estava toda em obras com o projeto “Rio Cidade”, e todos eram contra, só ele estava defendendo esta ideia do prefeito). Confesso que sou o culpado pelo tom provocativo e pela excelente colocação da voz do deputado federal pelo Rio de Janeiro Índio da Costa. Quando Índio da Costa iniciou a sua carreira politica na década de 1990, ele apresentava a voz fraca, fina, não sabia como se dirigir a imprensa e tinha uma inibição acentuada. Hoje, ele sempre comenta que depois que frequentou as minhas aulas de impostação da voz, realizou media treining e participou do curso de oratória com argumentação sob pressão (porradaterapia), não tem mais barreira na sua comunicação oral. Para vocês terem noção do que se passa no decorrer de uma aula de oratória e argumentação sob pressão, assistam um bate boca no youtube, buscando pelo meu nome. O título é “Aula de oratória e argumentação sob pressão, você aguenta isso?”. No link vídeos tem mais vídeos de casos de pacientes e programas de TV que participei. >Outros casos Luiz Carolos Renault, aluno e diretor de uma multinacional, convidou-me para o casamento da sua filha. Ficou encantado com a minha presença e passou a me apresentar a vários amigos da esfera política, empresarial e seus familiares. Ele ficou perplexo como todos já me conheciam há muito tempo. Um dos ilustres amigos de juventude é o Dr. Marco Aurélio Mello, do STF.  Espantosamente o Dr. Marco Aurélio Mello intercedeu a conversa e comentou: “Até hoje treino com o seu material de dicção, impostação e oratória.” Vou lembrar uma ocasião; O impeachment do Collor. Nessa ocasião, fui convidado a fazer a locução defendendo o Collor. Esta gravação foi enviada para várias rádios do País, eu até fiquei meio chocado porque na gravação constava nomes de políticos renomados. Na época, um defensor ferrenho do Collor era o Deputado Roberto Jefferson. Ele me ligou, e elogiou muito o meu trabalho na locução. Quando atuou na CPI do Mensalão, a sua oratória serviu de exemplo para os alunos. Eles procuravam o meu curso e davam como exemplo a maneira que o Roberto Jefferson projetava a sua

Read More »

Home

Instituto de Fonoaudiologia e Oratória Simon Wajntraub. Há mais de 50 anos transformando a vida de milhares de pessoas.

Read More »

Agenda da Semana das Aulas Em Grupo de Oratória Com Argumentação Sob Pressão e Terapia Comportamental

Agenda da semana das aulas de oratória em grupo do Fonoaudiólogo Simon Wajntraub (abaixo veja a nossa agenda): -Manhã > Terças e Quintas das 7h às 11h -Tarde > Segunda e Quarta das 13h às 18h / Sexta e Sábado das 16h às 19h -Noite > Segunda a Quinta das 19h às 22h30 -Aula de oratória Infantil > Sábado das 13h às 15h Obs: Horário de Brasília Para saber mais informações: TRATAMENTOS PARA VOZ, FALA, TIMIDEZ, FOBIA SOCIAL, ANSIEDADE E ORATÓRIA NO RJ, SP, BSB E ONLINE >CONHEÇA Assista alguns casos de pacientes que realizaram o tratamento com oratória: Kyra Gracie, famosa apresentadora do canal Combate, comentarista do UFC na TV Globo e professora de Jiu-jitsu cura a sua gagueira, voz fraca, timidez, melhora a oratória e realiza media training com o fonoaudiólogo e professor de oratória Simon Wajntraub. Paulo Nideck é um famoso professor de idiomas e Youtuber que chegou com a voz fraca e uma oratória completamente completamente confusa. Assista a incrível mudança que o ocorreu após o tratamento com oratória. Como curar a gagueira através do tratamento do Fonoaudiólogo Simon Wajntraub. O paciente Leonardo realizou o tratamento através do sistema online, e após oito meses mudou completamente a sua vida. Acompanhe a evolução através do vídeo https://www.youtube.com/watch?v=Wx-dyn65wIo&t=516s Assista a evolução do tratamento online para cura da fobia social, timidez, voz fraca e anasalada do paciente Wendell que reside nos Estados Unidos US. https://www.youtube.com/watch?v=DAYG8Ibz2HA&t=424s Gagueira, Voz Fina, Voz Rouca, Voz Baixa, Voz Fraca, Troca de Letras, Língua presa, Fala Acelerada , Fala Anasalada, Atraso na Fala, Afasia, AVC, Baixa Auditiva, Oratória, Argumentação Sob Pressão, Porradaterapia, Timidez, Fobia Social, Improviso, Negociação, Concursos, Cursos Online, In Company, Dinâmica de Grupo, Inteligência Emocional, Prova Oral, Media Training e muito mais. Tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. WhatsApp para todo o Brasil e Exterior (21) 97273-2041 E-mail: simon@boasfalas.com.br      Para informações, nos envie uma mensagem de contato.Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc.

Read More »

Curso de Oratória Com Argumentação Sob Pressão Faz Fisioterapeuta Marcos Lyra falar em público

Curso de Oratória com argumentação sob pressão do Fonoaudiólogo e Professos de Oratória Simon Wajntraub, ensina Fisioterapeuta falar em público e realiza treinamento para seminário. Instituto de Fonoaudiologia e Oratória Simon Wajntraub, tratamentos e cursos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. Adultos, Crianças e Empresas. Tratamentos para a Cura da Gagueira, Voz Fina, Voz Roca, Voz Baixa, Voz Fraca, Troca de Letras, Língua presa, Fala Acelerada , Fala Anasalada, Atraso na Fala, Afasia, AVC, Baixa Auditiva, Oratória, Argumentação Sob Pressão, Porradaterapia, Timidez, Fobia Social, Improviso, Negociação, Concursos, Cursos Online, In Company, Dinâmica de Grupo, Inteligência Emocional, Prova Oral, Media Training e muito mais. . Cursos e tratamentos presenciais e online para todo o Brasil e Exterior. Unidades e Contatos: WhatsApp (21) 97273-2041 Rio de Janeiro – RJ: Copacabana e Barra (21) 2236-5223 São Paulo – SP: Jardins (11) 4063-6460  / 4063-4735 Brasília – DF: SHS (61) 4063-6352  / 4063-6392 E-mail: simon@boasfalas.com.br Fique atualizado, inscreva-se:                                                Para informações, nos envie uma mensagem de contato. Não se esqueça de detalhar quais são as suas dificuldades de comunicação: voz, fala, timidez, etc..  

Read More »
Curso de Oratória com Porradaterapia

Curso de Oratória com Porradaterapia Entre Psicóloga e Médico

Curso de Oratória com porradaterapia no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Online para o Brasil e Exterior do Fonoaudiólogo Simon Wajntraub. Essa imagem chocante ocorreu em uma aula do Curso de Oratória com Porradaterapia entre uma psicóloga e um médico Italiano. Curso de oratória com porradaterapia Assista no vídeo acima um exemplo da paciente que procurou o método do curso de oratória com porradaterapia para obter o controle emocional durante as suas exposições em público (social e profissional). A paciente apresentava um descontrole quando interceptada em suas apresentações, com a técnica ao final do tratamento, conseguiu obter blindagem e inteligencia emocional. Observe que no vídeo a paciente foi levada ao extremo por um veterano ( médico Italiano) e durante a sua participação no curso de oratória, perdeu totalmente o controle. Você tem controle emocional para ir ao extremo? Normalmente, as pessoas costumam imaginar que um curso de oratória é aquela coisa cafona do tipo ficar ensinando regras de boas maneiras (gesticulação e retórica) que são exageradas e ridículas. A maioria dos cursos de oratória adoram mexer com a área comportamental, perturbando os alunos com teorias ultrapassadas que acabam não levando a lugar algum.  Aliás, falando de alunos, existem também aqueles que copiam até a respiração do professor, terminando por não assimilar nada e virando uns verdadeiros robozinhos na aula. São alunos que fazem perguntas do tipo: “Professor, dois mais dois são quatro?”. Caso do professor de inglês e youtuber Paulo Nideck Assista no vídeo abaixo a evolução de um paciente exemplar. O professor de Inglês e Youtuber Paulo Nideck, procurou tratamento e o curso de oratória com porradaterapia para melhorar a sua voz, oratória e principalmente aprender técnicas de Media Training. Com mais de cinquenta anos de estudos no campo da comunicação oral, desenvolvi um método próprio na área da oratória, que consiste em levar o aluno ou paciente ao extremo estresse emocional. O objetivo é que ao final do curso de oratória com porradaterapia, o paciente ou aluno adquira domínio da voz, fala, oratória, elimine os traumas, tenha blindagem e inteligência emocional.  Para pessoas com muita ansiedade, o curso de oratória com porradaterapia elimina naturalmente todas as agonias  ao longo do processo. Caso da professora de Jiu-Jitsu e apresentadora de Tv Kyra Gracie A Kyra Gracie, procurou o fonoaudiólogo Simon Wajntraub para tratar sua gagueira, melhorar a oratória e realizar media training. Kyra Gracie estava em processo de seleção na TV Globo para comentarista no UFC e apresentadora do camal combate. Assista a evolução durante o tratamento e o curso de oratória com porradaterapia: Criei uma verdadeira bagunça organizada! O aluno dispõe de cinco dias na semana para frequentar as aulas do curso de oratória com porradaterapia. Endereços no Brasil e Exterior. Rio de Janeiro, RJ, Copacabana e na Barra da Tijuca, São Paulo, SP, Jardins e Brasília, BSB, Asa Sul, temos também um sistema Online profissional para todo o Brasil e Exterior. Sistema de carga horária. O aluno pode frequentar livremente o curso de oratória com porradaterapia, sem precisar dar satisfação sobre sua presença ou ausência. O sistema é livre, não há lista de presença, horário de chegada e nem de saída, pois sabemos que todos são compromissados com seu lado profissional e social. Dependendo da sua disponibilidade de tempo, ele pode chegar no início da aula, no meio da mesma ou quase no final (a participação é garantida). Entretanto, para as pessoas mais metódicas, essa aparente desorganização é uma verdadeira tortura, pois o inibido costuma ser muito “certinho” e organizado em tudo que faz. É pena que por planejar e ensaiar demais, acaba dando um “branco total” na hora “H” e tudo que foi planejado se perde. Muito mais que um curso de oratória com porradaterapia é um tratamento para voz, fala, timidez, inteligência emocional, argumentação sob pressão, fobia social, terapia comportamental, domino do público e muito mais. Caso da engenheira de satélite Margareth. A paciente e aluna Margareth, procurou o fonoaudiólogo Simon Wajntraub para tratar da voz e a fobia social. Ela precisava melhorar a oratória e dominar o público durante as suas apresentações no exterior. Após o tratamento conseguiu chegar ao cargo máximo, e foi selecionada para discursar no mercado comum Europeu. Assista a sua evolução.  Objetivo do sistema do curso de oratória com porradaterapia. Os alunos metódicos inibidos são muito estressados, eles chegam passar orientações para punir os alunos que chegam atrasados.  Só que a coisa não é bem assim, porque o objetivo do curso de oratória com porradaterapia é derrubar as grades dessa “prisão”, ou seja, a timidez, a falta de segurança, o medo de falar em público e o medo de arriscar na vida (inclusive profissionalmente). Ao começar o curso de oratória, o aluno ou paciente realiza atendimentos individuais para corrigir os problemas da voz e fala, em seguida, passa a frequentar as aulas de oratória em grupo para perder a inibição e melhorar o improviso. Este último item (improviso), é a grande dificuldade da maioria dos oradores (inclusive jornalistas, locutores, políticos e palestrantes).  É muito comum quando você precisa improvisar e trava (começa a gaguejar, se perde), ficando completamente estático. Curso de Oratória com porradaterapia e argumentação sob pressão. A principal técnica do curso de oratória com porradaterapia é a argumentação sob pressão. O conceito no qual os alunos veteranos provocam os novatos fazendo muita pressão em cima deles, com o objetivo de fazê-los desenvolver seu autocontrole em situações-limite e evitar tomar atitudes radicais como extrema agressividade ou passividade total. Exemplos de treinamento do curso de oratória com porradaterapia: Durante uma aula de oratória, um aluno engenheiro eletrônico que estava no curso há dois meses, resolveu apresentar a mesma palestra que o seu chefe realizava na empresa. Trouxe para o curso de oratória com porradaterapia uma apresentação em Inglês com letras pequenas, que quase ninguém conseguia ler. Ao iniciar a palestra com uma voz fraca, todos os outros alunos ou pacientes começaram a se retirar do auditório. Na verdade, tudo estava combinado, pois os que estavam saindo do auditório foram se esconder no corredor. No final da palestra, haviam somente eu e o engenheiro (aluno) .

Read More »