Timidez Feminina melhora com Reposição Hormonal

timidez-feminina-reposicao-hormonal

Curso de Oratória para Curar a Timidez e a Fobia Social

É muito comum, no meu curso de oratória, as mulheres que frequentam as aulas para perderem a timidez a partir do 50 anos chegarem já com a pilha um pouco fraca, devido à queda hormonal da menopausa. Quando abordo este tema no decorrer das aulasde oratória e argumentação sob pressão, isso gera uma polêmica enorme, um grupo de mulheres é a favor, outro, contra.

A solução é convidar os alunos médicos da área de ginecologia para palestrarem sobre o tema. Também quando se convida dois médicos há briga: um grupo de médicos é a favor, o outro é contra. Eu passei a insistir muito com este tema depois que presenciei uma aluna que aos trinta e oito anos de idade compareceu no curso com uma timidez enorme e concomitantemente com uma depressão profunda, já estava chegando a um ponto que a mesma estava negativa, com pensamentos ruins, sendo o principal o suicídio – uma médica ginecologista que frequentava as aulas de oratória, que era a favor da reposição hormonal, deu a seguinte orientação: “Vou receitar uma injeção que tem o hormônio feminino e o masculino e você vai sair desta depressão rapidamente, porque o seu problema é uma menopausa antecipada”.

O pior de tudo é que a aluna estava depressiva com um trauma de ter retirado uma parte do útero devido a um tumor ocorrido com a transmissão por HPV – a sua revolta era de achar que pegou do último namorado, o que foi contestado pela médica, pois uma pessoa pode ficar anos infectada por este vírus, transmitido por relação sexual, e não desenvolver o câncer no útero. Agora já tem um vacina contra o HPV. Nem camisinha protege contra este vírus.

Essa aluna, após a reposição hormonal voltou a ser feliz, passou a sair constantemente, a namorar, dançar, cantar, e parou de pensar em coisas negativas.

As participantes do curso que alcançaram a menopausa e não fazem reposição hormonal ou fazem com fototerápicos naturais, sendo o mais utilizado, a soja, ficam em estado de letargia e sem vontade de fazer muita coisa, o apetite sexual some, chegam a ficar muito introspectivas e com uma timidez impressionante.

Já as que fazem a reposição com hormônios sintéticos dão um show, apresentam uma segurança fora do comum, ficam bem humoradas, a sexualidade aflora, já vi muito marido largar a amante depois que a esposa fez reposição hormonal, elas ficam mais atrevidas na cama, com um desejo que não possuíam nem na puberdade. Os médicos que adotam este procedimento são considerados deuses para as pacientes e até para os parceiros delas.

Lembro-me de um médico de Juiz de Fora que, aos sábados, trazia o seu filho que apresentava gagueira para se tratar comigo e participar da aula de oratória para treinar a fala na emoção e perder a timidez. Este médico relutava em utilizar a terapia hormonal tradicional, eu pressionava muito para que ele aceitasse esta mudança de procedimento, e aconselhei que ele lesse a pesquisa do cientista e médico ginecologista, Dr. Eusimar Coutinho, professor da Universidade federal da Bahia, precursor da reposição hormonal e também opositor da menstruação das mulheres. Este tema é vasto, tem trabalhos maravilhosos deste médico que podem ser encontrados no google.
Esse médico de Juiz de Fora um dia assistiu a um debate do Dr. Eusimar Coutinho com um médico que era contra a reposição. Ele ficou tão impressionado com a segurança profissional e científica do Dr. Eusimar, que passou a adotar este método de reposição hormonal. Um dia ele chegou com o filho no curso e fez o seguinte comentário: “As pacientes que se interessaram em fazer a reposição hormonal passaram a amar a vida de uma tal maneira, que ficaram me endeusando, o melhor da história é que os maridos passaram a tomar viagra para aguentar o apetite sexual das esposas.
Que curso maluco é esse que fica se metendo até na vida sexual das alunas e querendo a felicidade de todas e todos?

Um dado importante da reposição hormonal feminina é que mulheres que possuem parentes próximos com um alto índice de câncer, principalmente nos órgãos genitais, devem ser monitoradas mais constantemente, para que não ocorra este efeito colateral na reposição hormonal. O mais impressionante é mulheres que tem um tipo de câncer na família fulminante, principalmente no seio, hoje não morrem mais disso, porque os oncologistas retiram a glândula mamária, às vezes, o útero e até o ovários, e sobrevivem com a reposição dos hormônios.

Só para terminar este tema, a reposição hoje pode ser realizada com um gel feito em farmácias de manipulação ou com injeção. O mais importante é que a reposição não cura a inibição, mas o bom astral destas mulheres devido à melhora em todos os sentidos, pele, a parte óssea, o cabelo, a circulação sanguínea, o controle da pressão, o apetite sexual etc., ajudam muito a assimilar os ensinamentos do meu curso de oratória e argumentação sob pressão para curar a timidez.

As outras que preferem ficar fora da história da evolução da medicina neste quesito, só passam o tempo todo se lamuriando e muito tristes, com a pilha fraca, aí é difícil eliminar a timidez delas: consigo, mas requer um tempo enorme.

Nomes de Mulheres Tímidas

Como adoro pesquisar, de vez em quando recorro ao meu fichário para ver os nomes mais comuns em cada problema na fala e na timidez que aparecem no meu curso. Eu sempre peço para pesquisarem na numerologia e na Cabala para saber porque estes nomes repetem constantemente: Paula, Andréa, Elizabeth, Margareth, Cláudia, Gilda e Tatiane.o, e, agora, entre estas quinhentas pessoas presentes, é o mais famoso”.