Simon dá um show de Oratória para Advogados e Estudantes de Direito na OAB-SP

oratória e retórica na oab sp

O curso de oratória para advogados e estudantes de direito do Simon Wajntraub é polêmico, revolucionário, maluco e extremamente eficaz =)

A plateia da OAB de São Paulo, que era composta de advogados e estudantes de direito, esperava receber aquelas orientações didáticas e comportamentais bem cafonas e ultrapassadas, “dos pés juntos”, “olhe para o fundo da sala”, “comprimente assim e assado”, “faz gestinhos”, etc.

Todos ficaram muito entusiasmados quando o Professor Wajntraub partiu para vivências e orientações práticas, tornando o evento bem descontraído, que é o lema do seu curso de argumentação sob pressão, do bate-boca e da porradaterapia.

O Fonoaudiólogo Simon convidou vários participantes para interagirem com os colegas no palco, criando situações de argumentação sob pressão e corrigindo a voz e a fala dos mesmos.

É corriqueiro nas suas palestras, Wajntraub indagar para todos que participam do evento a seguinte questão: “Quem é inibido levanta a mão!!!”

99% da plateia confirma que é tímida e logo a seguir, comenta brincando: “Que bom, vou angariar muitos alunos novos. Irá aumentar o faturamento…”

O incrível na palestra da OAB, é que 20%  dos participantes, quando eram convidados para comparecerem no palco com a finalidade de simularem situações de improviso e receberem orientações fonoaudiólogicas, recusavam  devido ao excesso de timidez.

No final da palestra, os aplausos foram intensos e vários participantes se aproximaram do Fonoaudiólogo e Professor de Oratória Simon Wajntraub interessados em realizar o seu curso completo. Eles relataram as sérias dificuldades que apresentavam na comunicação oral, alguns com uma fobia social enorme, com relação a dificuldade de exposição em público devido a inibição e outros com bloqueios na voz e na fala, sendo os principais: gagueira, fala acelerada, voz baixa, voz rouca, troca de letras, voz fina e infantil.

A maior preocupação de Wajntraub, é que era grande a quantidade de participantes que prestariam concursos públicos na área jurídica, sendo a prova oral um peso enorme na aprovação dos candidatos.

Imagem (196)

Imagem (195)

 

Imagem (194)

 

Imagem (206)